A força-chave na Astronomia é a atração gravitacional. Satélites orbitam planetas, que orbitam estrelas, que fazem parte conjunta da galáxia. Mas mesmo as galáxias se reúnem em grupos com dezenas de membros. Uma das grandes estruturas do Universo são os aglomerados de galáxias – uma coleção com milhares delas embutidas num espaço cósmico não muito amplo – como uma conurbação.

E nossa Via Láctea não é exceção. Nós somos parte de uma dessas enormes estruturas – o chamado Aglomerado de Virgem.

O Aglomerado contém cerca de 1300-2000 galáxias (ou 100 grupos de galáxias e aglomerados menores), todas ligadas entre si pela gravidade mútua. Os astrônomos estimam sua massa total em cerca 1,2 quatrilhões de massas solares em um volume de espaço de 15 milhões de anos-luz de diâmetro. Imagine.

Assim como seu nome, as galáxias no Aglomerado de Virgem estão localizadas na Constelação de Virgem, e um de seus maiores membros é a galáxia elíptica gigante Messier 87. Esse monstro sozinho possui cerca 2,7 trilhões de massas solares e até 1 trilhão de estrelas.

O Aglomerado de Virgem - pense em algo grande; ainda não é suficiente. (Clique para ampliar)

O Aglomerado de Virgem – pense em algo grande; ainda não é suficiente. (Clique para ampliar)

O Aglomerado de Virgem é apenas um membro de uma estrutura ainda maior: o Superaglomerado de Virgem. Estima-se que neste objeto se encontre um milhão de galáxias estendidas 110 milhões de anos-luz cosmos afora. Boa hora para usar sua imaginação.

 

 

Se você curtiu o assunto e deseja obter mais informações sobre o nosso Universo, visite a seção “Enciclopédia” ou o “Guia para o Espaço” – com artigos e conceitos diversos que enriquecerão seu vocabulário científico. Aproveite!

Fonte: Universe Today


Gostou do Acervo? Ajude-nos a crescer! Curta a nossa página no Facebook.

COMPARTILHE O POST COM SEUS AMIGOS! 😉

Comentários

comentários

Sobre o Autor

Gabriel Pietro têm 18 anos, é Web Designer e Redator do Acervo Ciência, escrevendo diariamente para o site. Já bancou uma de técnico de informática, e ainda banca de astrônomo amador, sua maior paixão. Atualmente gradua-se no curso de Gestão da Informação, na Universidade Federal de Uberlândia, que não sabe se é de exatas ou de humanas. Assim como ele. Também é aficionado por cinema, comics, política, economia, tretas e música indie. Bata tudo isso no liquidificador e tente entender sua cabeça.