Embora os termos sejam muitas vezes usados como sinônimos, existe diferença entre faculdade e universidade. Mais do que isso, o Ministério da Educação (MEC) classifica as Instituições de Ensino Superior (IESs) em três tipos de organizações acadêmicas: Faculdades, Centros Universitários e Universidades . Isso deve afetar sua escolha? Depende. Se você pretende seguir carreira acadêmica, pode valer a pena investir em uma Universidade, porque essas instituições tradicionalmente têm maior vocação para a pesquisa. Mas se sua intenção for o mercado de trabalho , a classificação da organização não deve ser o fator decisivo.

Mas afinal, qual a diferença entre faculdade e universidade? E centros universitários? Para entender melhor as diferenças, primeiramente vale saber que qualquer Instituição de Ensino Superior é sempre, necessariamente, antes de tudo, uma Faculdade. Isso porque as Universidades e os Centros Universitários são complexos formados por Faculdades.

Por exemplo, um estudante pode fazer a Faculdade de Direito na Universidade Paulista – Unip ou a Faculdade de Administração na Universidade Cruzeiro do Sul . Já instituições como o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e a Faculdade das Américas (FAM ), por exemplo, são cadastradas pelo MEC como Faculdades, e a FMU, por sua vez, é classificada como Centro Universitário, por não atenderem a todos os requisitos necessários para serem enquadradas como Universidades.

Atenção! Isso não significa que Universidades sejam melhores ou piores do que Centros Universitários ou Faculdades. São apenas classificações diferentes do MEC em função de suas características. Compare no quadro abaixo qual a diferença entre faculdade e universidade. 😉

Universidade

Centro Universitário

Faculdade

Melhor escolha para quem quer seguir carreira nas áreas de pesquisa científica e extensão – foco em capacitar estudantes para a vida acadêmica, mas também capacita para o mercado de trabalho.Boa escolha tanto para quem deseja seguir carreira acadêmica quanto profissional.Ótima escolha para quem busca formação em determinada área, sem interesse de seguir carreira em pesquisa e extensão acadêmica – foco em capacitar estudantes para a vida profissional.
Abrange diversas áreas do conhecimento por meio das faculdades que a compõe.Abrange uma ou mais áreas do conhecimento. É geralmente maior que a faculdade e menor que a universidade.Costuma ser focada em uma determinada área do conhecimento.
Oferece grande quantidade de cursos.Pode oferecer mais cursos do que as faculdades e menos do que as universidades.Geralmente oferece quantidade menor de cursos do que as universidades e os centros universitários.
Necessariamente promove atividades de ensino, pesquisa e extensão em diversas áreas do saber.Não tem obrigação, mas pode promover atividades de ensino e extensão.Não tem obrigação, mas pode promover cursos de extensão ou programas de iniciação científica.
Tem relevante produção intelectual cultural e científica.Não tem obrigação de produzir pesquisas.Não tem obrigação de produzir pesquisas.
Além dos cursos de graduação, tem no mínimo quatro programas de pós-graduação stricto sensu , sendo ao menos um deles de doutorado.Não tem obrigação, mas pode oferecer, além dos cursos de graduação, pós-graduação em nível de especialização, mestrado e doutorado.Não tem obrigação, mas pode oferecer, além dos cursos de graduação, pós-graduação em nível de especialização, mestrado e doutorado.
Tem autonomia para criação de novos cursos e programas de ensino sem necessidade de aprovação do MEC.Tem autonomia para criação de novos cursos e programas de ensino sem necessidade de aprovação do MEC.Precisa de autorização do MEC para criar cursos e programas de ensino.
No mínimo um terço do corpo docente tem titulação de mestrado ou doutorado.No mínimo um terço do corpo docente tem titulação de mestrado ou doutorado.No mínimo um terço do corpo docente tem titulação de especialista (pós-graduação lato sensu).
No mínimo um terço do corpo docente com dedicação em tempo integral à instituição.No mínimo um quinto do corpo docente com dedicação em tempo integral à instituição.Não tem exigência de professores com dedicação em tempo integral.
Tem campus maior para abrigar todas as faculdades, bibliotecas, alojamento para os estudantes, agências bancárias, etc. Pode funcionar como uma minicidade.Geralmente tem campus menor do que das universidades, por conter menos faculdades.Comumente tem campus menor do que universidades e centros universitários.
Precisa atender a comunidade e ter aproximação com ela.Pode atender a comunidade e ter aproximação com ela.Pode atender a comunidade e ter aproximação com ela.
Exemplos: USP, Unesp, Unicamp, Unicsul, Unip , UMC.Exemplos: Belas Artes , FMU , UniPaulistana , UniCarioca , Ulbra Manaus , UniRondon.Exemplos: ITA, FAM , IBTA , Famesp , Campos Salles , Impacta .

 

Você pode consultar a classificação das instituições de ensino superior brasileiras públicas e privadas no site do Cadastro e-MEC: emec.mec.gov.br

Por Adriana Nakamura, QB.


COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Comentários

comentários

Sobre o Autor

Gabriel Pietro têm 18 anos, é Web Designer e Redator do Acervo Ciência, escrevendo diariamente para o site. Já bancou uma de técnico de informática, e ainda banca de astrônomo amador, sua maior paixão. Atualmente gradua-se no curso de Gestão da Informação, na Universidade Federal de Uberlândia, que não sabe se é de exatas ou de humanas. Assim como ele. Também é aficionado por cinema, comics, política, economia, tretas e música indie. Bata tudo isso no liquidificador e tente entender sua cabeça.